[Fechar]
Sindicato APEOC - Camocim
Sindicato APEOC - Camocim

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Cid Gomes ataca: "POR MIM, NEM CARREIRA EXISTIRIA!"


Como já é do conhecimento dos professores cearenses, o governador Cid Gomes não esconde o seu desprezo pelos profissionais do magistério da rede estadual de ensino. Ontem (22), na cerimônia de inauguração das novas instalações da EEEP Mons. Expedito da Silveira, em Camocim, Cid disparou mais uma vez contra os professores. Uma comissão formada pelo representante do Sindicato APEOC na região norte, Prof. Antonio Junior e por docentes dos municípios de Camocim, Granja, Barroquinha e Chaval foi recebida pelo governador a fim de entregá-lo um documento requerendo a reabertura do processo de negociação garantindo o cumprimento da Lei do Piso dentro da carreira vigente. De pronto, Cid disparou: "Por que vocês fizeram concurso? Por que não foram para a escola privada?". E mais, sendo questionado sobre o esmagamento da carreira proposta nas tabelas apresentadas no final de julho, o executivo declarou: "Por mim, nem carreira existiria!". Sob o olhar pasmo dos que estavam em volta, inclusive da Secretária Izolda Cela, durante mais de 10 minutos a discussão se prolongou entre os grevistas e o governador, que insistia em afirmar que "A escola privada é melhor, pois apresenta os melhores resultados". Finalizando, sem entendimento algum, só foi confirmado aquilo que todos já sabem: Cid, que tem predileção pela escola privada, continuará dando execução ao seu plano de terceirização da escola pública.

2 comentários :

  1. Que bom seria, se as escolas ditas regulares também dispuzessem da mesma infraestrutura. Que bom seria, se os investimentos na aparelhagem também fosse vistos na pessoa humana. Que bom seria, se os governantes entendessem que a prepotência, a arrogância é a força dos fracos de espíritos. Que bom seria, se os professores, sejam eles efetivos ou temporários comprendessem o seu verdadeiro valor na mola impulssora da Educação. Não podemos ouvir o que este Cidadão falou sobre a educação Pública e ficarmos de braços cruzados. A luta tem que continuar firme, não recuaremos até este "Reizinho" entender que não pode tratar os funcionários públicos como bem entende. NÓS MERECEMOS RESPEITO.

    ResponderExcluir
  2. Se não lutarmos por nossos direitos professores e sociedade cearense, quem lutará? Se nós professores e alunos estamos sendo prejudicados, temos que se unir contra este governo que não respeita a classe dos professores. Professor que não tem consciencia dos seus direitos e não faz greve, estes estão contra eles próprios, contra toda uma classe de guerreiros.

    ResponderExcluir