quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Juazeiro do Norte: Precatório do Fundef começa a ser pago

Notícia confirma a tese do Sindicato APEOC: os precatórios do FUNDEF são da Educação, são dos Professores!

 
Após uma longa batalha política e jurídica, o Sindicato APEOC conseguiu uma grande vitória a favor dos professores da rede municipal de Juazeiro do Norte. A partir do dia 25/10, começaram a ser pagos os precatórios do Fundef. Cerca de 4 mil servidores estão sendo beneficiados, entre ativos (efetivos e temporários) e aposentados.

Na segunda-feira (23), o presidente do Sindicato APEOC, Anizio Melo, participou de uma audiência no Ministério Público Federal em Juazeiro com o objetivo de finalizar o processo, após a Justiça reconhecer a tese da entidade que sempre defendeu que 60% dos recursos devem ser investidos na valorização do Magistério e o restante na manutenção e melhorias das escolas.

Como será o pagamento

O valor do precatório a ser dividido será superior a R$ 150 milhões, sendo 60% para professores e 40% para a Educação. No processo, 15% do montante estão bloqueados para posterior decisão da Justiça a respeito dos honorários dos advogados da Prefeitura. O rateio será proporcional ao tempo e à carga horária dos servidores beneficiados. Ficou definido ainda que 5% da verba destinada aos docentes será reservada para futuras causas e questionamentos judiciais.

Em relação à cobrança do imposto de renda, mesmo após os protestos do Sindicato APEOC, a Prefeitura de Juazeiro do Norte vai descontar a alíquota máxima de 27,5% sobre o precatório a ser pago. Para não atrasar o pagamento dos valores, o Sindicato APEOC não judicializou o caso nesse primeiro momento, mas já garantiu que posteriormente vai tomar as medidas judiciais cabíveis para assegurar o ressarcimento do desconto abusivo.

Ação vitoriosa

Em Juazeiro do Norte, a ação do Sindicato APEOC garantiu importantes conquistas para a categoria. Em despacho do desembargador Fernando Braga Damasceno, do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, no dia 27 de julho de 2017, a Justiça autorizou o desbloqueio do precatório do Fundef com a condição da verba ser vinculada às regras do Fundo, ou seja, 60% para a valorização do Magistério e 40% para investimento na Educação, como sempre defendeu o Sindicato APEOC.

A decisão do magistrado confirma a tese do Sindicato APEOC e ‘carimba’ o dinheiro para que sejam aplicados os percentuais mínimos pleiteados pelo Sindicato. No mesmo despacho, o desembargador reafirma a legitimidade do Sindicato APEOC como representante legal dos professores de Juazeiro do Norte, por reconhecer que o Sindicato é a entidade específica da categoria dos servidores públicos lotados nas secretarias de Educação e Cultura do Estado e nas secretarias ou departamentos de Educação e/ou Cultura dos municípios do Ceará.

E em Camocim?

Os recursos referentes ao Município de Camocim permanecem bloqueados por decisão da Justiça Federal. A Comissão Municipal realizará, em breve, uma assembleia com a categoria, a fim de informar detalhes sobre a ação em curso. O encontro deverá contar com a Direção Estadual do Sindicato APEOC e, provavelmente, com a banca de advogados que estão defendendo a justa causa dos professores e da Educação. Aguardem!

*Com informações do site do Sindicato APEOC (https://www.apeoc.org.br/).

Sindicato APEOC - Camocim
Sempre alerta na defesa dos profissionais da Educação!

4 comentários :

  1. A prefeita Mônica vai agir com sabedoria e dá aos professores o que lhes é de direito.

    ResponderExcluir
  2. A prefeita Mônica vai agir com sabedoria e dá aos professores o que lhes é de direito.

    ResponderExcluir